Postagens

Entre o ontem e o amanhã

Quem já não teve essa sensação de nadar e nadar na direção da margem,  sentir-se cansado e desolado com o tempo que desgasta e desespera e quando pensa, enfim, que chegou ao fim das pernas... 
descobre que ainda tem outro tanto a nadar?!...
A vida nos parece um constante combate.
Nos perguntamos nesses momentos se a situação não terá um fim e quando teremos a tão falada felicidade completa.
Compreendemos provavelmente a vida olhando-a do lado avesso.
Marcamos o dia do nosso nascimento e fugimos do dia da nossa morte e o que há entre esses dois pontos, que é realmente a vida e o caminho a ser percorrido, parece mais insignificante.
Entre o ontem nostálgico ou dolorido e o amanhã incerto, está o hoje, que deve ser vivido e aproveitado.
Ele não é perfeito? 
Nada é perfeito!!!
Nos dizemos que se tivéssemos isso ou aquilo a situação seria diferente,  mas não é raro que a gente 
tendo muito nas mãos fica sem saber o que fazer ou que direção tomar.
Talvez o melhor da festa…

MARCOS COUTINHO / LJM CRÉDITO

Imagem

COLETÂNIA LOVE SONGS ( AMOR SEM FIM)

Imagem
Imagem
Grito da Independência às margens do Ipiranga História da Independência do Brasil
A Independência do Brasil ocorreu em 7 de setembro de 1822. A partir desta data o Brasil deixou de ser uma colônia de Portugal. A proclamação foi feita por D. Pedro I as margens do riacho do Ipiranga em São Paulo.
Causas:
- Vontade de grande parte da elite política brasileira em conquistar a autonomia política;
- Desgaste do sistema de controle econômico, com restrições e altos impostos, exercido pela Coroa Portuguesa no Brasil;
- Tentativa da Coroa Portuguesa em recolonizar o Brasil.
Dia do Fico
- D. Pedro não acatou as determinações feitas pela Coroa Portuguesa que exigia seu retorno para Portugal. Em 9 de janeiro de 1822, D. Pedro negou ao chamado e afirmou que ficaria no Brasil.
Medidas pré independência:
Logo após o Dia do Fico, D. Pedro I tomou várias medidas com o objetivo de preparar o país para o processo de independência:
- Organização a Marinha de Guerra
- Convocou uma Assembleia Constituinte;
- …

TREM-BALA

Não é sobre ter todas as pessoas do mundo pra si É sobre saber que, em algum lugar, alguém zela por ti É sobre cantar e poder escutar mais do que a própria voz É sobre dançar na chuva de vida que cai sobre nós É saber se sentir infinito Num universo tão vasto e bonito, é saber sonhar Então fazer valer a pena Cada verso daquele poema sobre acreditar Não é sobre chegar no topo do mundo e saber que venceu É sobre escalar e sentir que o caminho te fortaleceu É sobre ser abrigo e também ter morada em outros corações E assim ter amigos contigo em todas as situações A gente não pode ter tudo Qual seria a graça do mundo se fosse assim? Por isso eu prefiro sorrisos E os presentes que a vida trouxe pra perto de mim Não é sobre tudo que o seu dinheiro é capaz de comprar E sim sobre cada momento, sorriso a se compartilhar Também não é sobre correr contra o tempo pra ter sempre mais Porque quando menos se espera, a vida já ficou pra trás Segura teu filho no colo Sorria e abraça teus pais enqu…