segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

A tigela de madeira

Um senhor de idade foi morar com seu filho, nora e o netinho de quatro anos de idade.
As mãos do velho eram trêmulas, sua visão embaçada e seus passos vacilantes.
A família comia reunida à mesa. Porém, as mãos trêmulas e a visão falha do avô o atrapalhavam no momento da refeição. Ervilhas rolavam de sua colher e caíam no chão. Quando pegava o copo, leite era derramado na toalha da mesa. O filho e a nora irritavam-se com a bagunça.
– Precisamos tomar uma providência com respeito ao papai - disse o filho.
– Já tivemos suficiente leite derramado, barulho de gente comendo com a boca aberta e comida pelo chão.
Então, eles decidiram colocar uma pequena mesa num cantinho da cozinha. Ali, o avô comia sozinho enquanto o restante da família fazia as refeições à mesa, com satisfação.
Desde que o velho quebrara um ou dois pratos, sua comida agora era servida numa tigela de madeira. Quando a família olhava para o avô sentado ali sozinho, às vezes ele tinha lágrimas em seus olhos. Mesmo assim, as únicas palavras que lhe diziam eram admoestações ásperas quando ele deixava um talher ou comida cair ao chão.
O menino de quatro anos de idade assistia a tudo em silêncio.
Uma noite, antes do jantar, o pai percebeu que o filho pequeno estava no chão, manuseando pedaços de madeira. Ele perguntou delicadamente à criança:
– O que você está fazendo?
O menino respondeu docemente:
– Oh, estou fazendo uma tigela para você e mamãe comerem, quando eu crescer.
O garoto de quatro anos de idade sorriu e voltou ao trabalho.
Aquelas palavras tiveram um impacto tão grande nos pais que eles ficaram mudos. Então lágrimas começaram a escorrer de seus olhos. Embora ninguém tivesse falado nada, ambos sabiam o que precisava ser feito.
Naquela noite, o pai tomou o avô pelas mãos e gentilmente conduziu-o à mesa da família. Dali para frente e até o final de seus dias ele comeu todas as refeições com a família. E, por alguma razão, o marido e a esposa não se importavam mais quando um garfo caía, leite era derramado ou a toalha da mesa sujava.
<<<<<<<>>>>>>>  
De uma forma positiva, aprendemos que não importa o que aconteça, ou quão ruim pareça o dia de hoje. A vida continua, e amanhã será melhor.
Aprendemos que se pode conhecer bem uma pessoa pela forma como ela lida com três coisas: um dia chuvoso, uma bagagem perdida e os fios das luzes de uma árvore de natal que se embaraçaram.
Aprendemos que não importa o tipo de relacionamento que tenha com seus pais, você sentirá falta deles quando partirem.
Aprendemos que "saber ganhar" a vida não é a mesma coisa que "saber viver".
Aprendemos que a vida, às vezes, nos dá uma segunda chance e que viver não é só receber, mas também dar.
Aprendemos que se procurarmos a felicidade, iremos nos iludir. Mas, se focalizarmos a atenção na família, nos amigos, no trabalho, nas necessidades dos outros, e procurarmos fazer o melhor, a felicidade nos encontrará.
Aprendemos que sempre que decidimos algo com o coração aberto, geralmente acertamos. E que quando sentimos dores, não precisamos ser uma dor para outros.
Aprendemos que diariamente precisamos alcançar e tocar alguém. As pessoas gostam de um toque humano, receber um abraço afetuoso, ou simplesmente um tapinha amigável nas costas.
Aprendemos que ainda temos muito que aprender.
E aprendemos que as pessoas se esquecerão do que dissemos, esquecerão o que fizemos, mas nunca esquecerão como as tratamos.
Autor Desconhecido

sexta-feira, 23 de dezembro de 2016


Hoje faz 1 ano que estou tomando apenas água, nenhuma gota de refrigerante nem suco de caixinha, zero de chocolates e 6 meses comendo muitas frutas, sem frituras, pães, doces, além de ter começado a praticar esportes. A mudança no meu corpo tem sido incrível e meu pensamento mudou positivamente. Tenho levantado às 5h da manhã todos os dias e corrido até 6h30min, depois tomo banho e vou trabalhar... nada tira minha disposição, nem mesmo quando está chovendo!!!! Enfim, eu não sei de quem é esse texto, mas achei incentivador pra 2017!! Aí copiei e colei aqui, espero que te motive ok!!! Força! !!!

terça-feira, 20 de dezembro de 2016

Jesus chorou  -   © Letícia Thompson
 Ao ver Jerusalém desolada, Jesus chorou. Ele poderia não ter se importado, ter olhado para outros lados. Mas Ele olhou, se importou, chorou...
A desolação, a maldade, crueldade, incredulidade, não podem deixar ninguém indiferente.
Com a velocidade com que as coisas caminham, eu pensei já ter visto tudo. Mas ainda coisas acontecem que arrancam meu coração do peito.
O desrespeito à vida tem tomado o lugar do amor e tem enchido o mundo de trevas, dessas mesmas que tentamos tanto fugir.
Poderíamos fazer como se nada tivesse acontecido. Poderíamos, como se diz a boa regra, pensar apenas nas coisas boas da vida. Mas isso não vai acalmar a dor das famílias ceifadas de um ente querido.
Fechar os olhos e o coração não vai resolver problemas, não vai acabar com a violência, não vai diminuir o mal e nem impedi-lo de atingir um dos nossos.
Ignorar a dor alheia é endurecer o coração. É se dar a si a falsa idéia de que tudo vai bem, quando na verdade há corações despedaçados e que poderiam perfeitamente ser nossos. Não gostaríamos que ignorassem nosso sofrimento e muitos carregando a mesma cruz a tornam mais leve.
Se nos calamos, nos expomos, nos despreparamos, tornamo-nos vulneráveis e acessíveis.
 Sobretudo, se nos calamos, aceitamos o horror do irreparável, do absurdo. Se nos calamos, acatamos. E não temos esse direito... não podemos ter esse direito.
Uma só pessoa pode não fazer muito, mas uma nação inteira pode fazer alguma coisa, se cada qual toma sua parte de responsabilidade.
Não podemos devolver vidas, nem apagar acontecidos. Podemos, porém, tentar impedir que outras coisas aconteçam. Podemos continuar humanos, unidos na dor, mas, principalmente, unidos no amor.
Uma vela sozinha pode não acabar com a escuridão, mas milhões de velas acesas podem iluminar qualquer noite de lua minguante. 

sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

A folha amassada

Quando criança, por causa de meu caráter impulsivo, reagia à menor provocação.

Na maioria das vezes, depois de um desses incidentes, sentia-me envergonhado e me esforçava por consolar a quem tinha magoado.
Um dia, meu professor me viu pedindo desculpas, depois de uma explosão de raiva, e entregou-me uma folha de papel lisa e me disse:
– Amasse-a!
Com medo, obedeci e fiz com ela uma bolinha.
– Agora, deixe-a como estava antes. Voltou a dizer-me.
Óbvio que não pude deixá-la como antes. Por mais que tentasse, o papel continuava cheio de pregas.
O professor me disse, então:
– O coração das pessoas é como esse papel. A impressão que neles deixamos será tão difícil de apagar como esses amassados.
Assim, aprendi a ser mais compreensivo e mais paciente. Quando sinto vontade de estourar, lembro-me daquele papel amassado.
A impressão que deixamos nas pessoas é impossível de apagar. Quando magoamos alguém com nossas ações ou com nossas palavras, logo queremos consertar o erro, mas é tarde demais...
Alguém já disse, certa vez:
– Fale somente quando suas palavras possam ser tão suaves como o silêncio. Mas não deixe de falar, por medo da reação do outro.



quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

DESTINO É ALGO SEM ESCOLHA?
O que é o destino?
Uma vontade,
Uma ordem,
Um sonho…
Destino é algo sem escolha?
Não sabemos o que é, não sentimos sua presença.
Destino é o nome de uma história que precisamos ler até o último capítulo, para entendê-la.
Destino é uma imaginação do futuro, uma criação da vida.
Nos escolhemos nosso destino…
Se permitirmos viver um destino sem querer, estaremos nos rendendo as armadilhas do mundo fazendo parte de uma história que não nos traz felicidade.
Destino é a nossa coragem de lutar por um ideal. coragem de ser feliz.
Nós escolhemos se queremos viver o calor de uma linda tarde, ou o frio de uma tempestade na madrugada…
Destino simplesmente é a nossa busca pela verdadeira Felicidade.

segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

Deus fez tudo que existe?

Certo dia, um professor ateu desafiou seus alunos com a seguinte pergunta:
- Deus fez tudo o que existe?
Um estudante respondeu corajosamente:
- Sim, fez!
- Deus fez tudo, mesmo? - insistiu o professor.
- Sim, professor - respondeu o jovem.
O professor replicou:
- Se Deus fez todas as coisas, então Deus fez o mal, pois o mal existe. E, considerando-se que nossas ações são um reflexo de nós mesmos, e somos a imagem e semelhança de Deus, então Deus é o mal.
O estudante calou-se diante de tal afirmativa, e o professor ficou feliz por haver provado, uma vez mais, que a fé era um mito.
Outro estudante levantou sua mão e disse:
- Posso lhe fazer uma pergunta, professor?
- Sem dúvida - respondeu-lhe o professor.
O jovem ficou em pé e perguntou:
- Professor, o frio existe?
- Mas que pergunta é essa? Claro que existe. Você por acaso nunca sentiu frio?
O rapaz respondeu:
- Na verdade, professor, o frio não existe. Eu não sou especialista no assunto, mas, segundo as leis da física, o que consideramos frio é, na realidade, ausência de calor. Todo corpo ou objeto pode ser estudado quando tem ou transmite energia, mas é o calor, e não o frio, que faz com que tal corpo tenha ou transmita energia. O zero absoluto é a ausência total e absoluta de calor. Todos os corpos ficam inertes, incapazes de reagir, mas o frio não existe. Criamos esse termo para descrever como nos sentimos quando nos falta o calor. E a escuridão, existe? - continuou o estudante.
O professor respondeu:
- Mas é claro que sim.
- Novamente o senhor se engana, pois a escuridão tampouco existe. A escuridão é, na verdade, a ausência da luz. Podemos estudar a luz, mas a escuridão não. O prisma de Newton decompõe a luz branca nas várias cores de que se compõe, com seus diferentes comprimentos de onda. A escuridão não. Um simples raio de luz rasga as trevas e ilumina a superfície que a luz toca. Como se faz para determinar, quão escuro está um determinado local do espaço? Apenas com base na quantidade de luz presente nesse local, não é mesmo? Escuridão é um termo que o homem criou para descrever o que acontece quando não há luz presente.
Finalmente, o jovem estudante perguntou ao professor:
- Diga, professor, o mal existe?
Ele respondeu:
- Claro que existe. Como eu disse no início da aula, vemos roubos, crimes e violência diariamente, em todas as partes do mundo. Essas coisas são o mal.
Então o estudante disse:
- O mal não existe, professor, ou, pelo menos, não existe por si só. O mal é simplesmente a ausência do bem. O mal, como acontece com o frio e o calor, é um termo que o homem criou para descrever essa ausência do bem. Assim sendo, Deus não criou o mal. Deus criou o amor, a fé, que existem como existe a luz e o calor. Já o mal é resultado da falta de Deus nos corações. É como o frio que surge quando não há calor, ou a escuridão que acontece quando não há luz.

quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Oi gente bom dia 
Sei q todos já sabem do trágico acidente que aconteceu e que tbm o grupo não é para discutirmos certos assuntos mais a msg q acabei de receber achei tão bonita e acho q merece ser compartilhada 
 Quando um avião cai a gente cai junto. Um avião transporta mais do que vidas, transporta sonhos. É o pai que está indo reencontrar os filhos, é a mãe que está indo buscar o sustento de sua família, são pilotos que planejam estar em casa ao jantar e a aeromoça que leva na bagagem o perfume favorito do namorado.

Quando cai um avião a gente cai junto, pois quantos de nós viram os sonhos começar dentro de um avião. A viagem tão esperada, a assinatura de um contrato, o encontro com alguém que tanto sonhamos estar junto.

Aviões partem rumo a sonhos, e era isso que cabia também neste trágico voo que quase chegou a seu destino. Jogadores que representavam o sonho do menino que quer ser jogador, jogadores que representavam seus familiares, seus torcedores.

Quando um avião cai todos nós caímos juntos. Morrem sonhos, morrem encontros que não vão mais ocorrer, morrem saudades que não vão ser vencidas e que dali por diante vão apenas crescer e se tornar um buraco junto a quem nunca chegou.

Quando um avião cai a dor é compartilhada, pois todos nós somos torcedores, torcemos para quem amamos, torcemos para logo poder dar o abraço, torcemos, pois ninguém sonha sozinho.

Hoje esse humilde time de Santa Catarina tem a maior torcida do mundo, pois quando sonhos despencam do céu a solidariedade é a única camisa que todos vestem, pois essa é a única camisa que nesse momento nos conforta.

Fica meu abraço e sincera dor a familiares e torcedores desse triste voo. O Resto é silêncio.😔😢😥🙏🏾🙏🏾                        ⁠⁠

quinta-feira, 27 de outubro de 2016

Acesse o site www.loanaemarcoscredito.jimdo.com ou curta a nossa pagina no facebook https://m.facebook.com/ljmcredito/  
Inscreva-se no canal no YouTube: http://www.youtube.com/c/MarcosCoutinholjmcredito
Nos siga no BLOG - http://ljmcredito.blogspot.com.br/
Tel:(21) 24121183 / (21)24153293 Waths App (21) 982771761
End. Rua Augusto de Vasconcelos n: 30 sala 301  Campo Grande RJ
LJM CREDITO EIRELI-ME
CNPJ: 19.172.552/0001-05

quinta-feira, 29 de setembro de 2016

Desbloquear Planilha Protegida do Excel

Desbloquear Planilha Protegida do Excel
Segue abaixo um procedimento com macro para desbloquear em apenas alguns segundos uma planilha protegida por senha no EXCEL. Siga os passos abaixo conforme indicado.
Passo 1:
Abra a planilha protegida e digite ALT+F11
Passo 2:
Se você fez certo o passo anterior agora deverá estar aberto o Microsoft Visual Basic.
Vá em INSERIR > MÓDULO Passo 3:

Insira a rotina abaixo copiando e colando desde a linha "Sub Desbloqueia_Planilha()" até "End Sub"

Sub Desbloqueia_Planilha()
Dim i As Integer, j As Integer, k As Integer
Dim l As Integer, m As Integer, n As Integer
For j = 65 To 66
On Error Resume Next For i = 65 To 66 For k = 65 To 66
For i2 = 65 To 66
For l = 65 To 66 For m = 65 To 66 For i1 = 65 To 66 For i3 = 65 To 66
ActiveSheet.Unprotect Chr(i) & Chr(j) & Chr(k) & _
For i4 = 65 To 66 For i5 = 65 To 66 For i6 = 65 To 66 For n = 32 To 126
If ActiveSheet.ProtectContents = False Then
Chr(l) & Chr(m) & Chr(i1) & Chr(i2) & Chr(i3) & _ Chr(i4) & Chr(i5) & Chr(i6) & Chr(n)
End Sub
MsgBox "Sua planilha foi desbloqueada " Exit Sub End If Next Next Next Next Next Next Next Next Next Next Next Next
Passo 5: Digite ALT+F11 novamente para retornar a planilha protegida.
Passo 4: Clique no disquete em Salvar na tela de edição da macro. Digite ALT+F8. Selecione sua macro (Desproteger_Planilha) e clique em executar.
Espero ter ajudado! Deixe seu comentário abaixo, ok!
Passo 6: Aguarde alguns segundos e após a execução da macro será exibida a mensagem "Sua planilha foi desbloqueada".

quarta-feira, 28 de setembro de 2016



Mulher ideal ...
É aquela que é maravilhosa acima de tudo.
Que pode com um sorriso provocar amor e felicidade.

A Mulher ideal ...
É aquela que é simples por natureza.
Que pode explanar com simples gestos toda a sua feminilidade e grandeza.

A Mulher ideal ...
É aquela que sabe como ninguém entender os sinais do amado antevendo
lhe os movimentos estando sempre ao seu lado.

A Mulher ideal ...
É aquela que não seja perfeita, pois somente Deus o é, mas que busque a
perfeição em todos os seus gestos.

A Mulher ideal ...
É aquela que mostra a sua beleza todos os dias, como no primeiro encontro.
Fazendo dos momentos com o seu amado um eterno reencontro.

A Mulher ideal ...
É aquela que mesmo com o passar dos anos, tenha sempre o sorriso de
menina, pois o enrugar da pele é ínfimo perante a alma feminina.

A Mulher ideal ...
É aquela que se apresenta perante a sociedade como a mais formosa dama.
Mas quando na intimidade partilhe todos os segredos..

Enfim, a Mulher ideal ...
É aquela que mesmo não sendo Deusa, sabe como ninguém trazer um
pedacinho do céu.



sexta-feira, 16 de setembro de 2016

A preocupação e a cadeira de balanço
“A preocupação é como a cadeira de balanço; mantém você ocupado, porém, não o leva a lugar algum.”
Conta-se que um doente de um hospital psiquiátrico permanecia com o ouvido encostado na parede.
A enfermeira, um dia, perguntou-lhe: Que você está fazendo aí?
Silêncio! Cochichou o doente, acenando para que a enfermeira também encostasse o ouvido na parede.
A enfermeira concordou e permaneceu ali durante uns minutos, prestando atenção:Não estou ouvindo nada, ela disse.
Eu também não, replicou o doente com a testa franzida. É assim o dia inteiro!...
As pessoas que se preocupam com cada detalhe de sua vida são como este paciente. Umas se preocupam com o que poderia ter sido dito,outras com o que foi dito.
Algumas se preocupam com o que poderia acontecer.
Outras com o que não aconteceu, mas deveria ter acontecido.
Há ainda as que se preocupam com o futuro.
Com quem será que vou me casar?
Até que idade vou viver?
Será que um dia meu marido (ou esposa) me trairá?
Outras se afligem com o que fizeram no passado e com as conseqüências disto.
Deus não nos criou para termos uma vida que é um fardo, Ele quer que tenhamos vida abundante, tanto na mente, como no corpo e no espírito.
Assim como uma flor, fomos criados para florescer, e não para murchar na videira.
Então se preocupe menos e viva mais cada momento, pois ele é único e não irar se repetir.

terça-feira, 6 de setembro de 2016

A PAZ ESTA DENTRO DE TI
Não há outros lugares para procurá-la. Ela acontece a partir da tua compreensão, da tua disponibilidade em aceitar e aprender com os momentos que te chegam.
Quando chegas ao teu coração, inevitavelmente chegas à paz. Ela se encontra no lugar onde tudo em ti se traduz em equilíbrio, harmonia e inocência.
A tua paz depende da tua atenção para com o teu interior, assim ela se estende ao seu exterior, dando uma nova dimensão da tua realidade onde tu consegues clarear, através dela, o que parece obscuro, desfazer os nós onde tudo parece emaranhado, sem saída. 
Dá uma chance para a paz, a tua paz, e verás que a vida colore o que te parece cinza, traz amor onde sentes haver ódio, traz abundância onde pensas haver miséria, traz aconchego onde pensas haver frio, solidão. 
A vida muitas vezes não parece ser fácil, existindo momentos onde desistimos de tudo, para simplesmente chorarmos pela nossa aparente incapacidade em harmonizar tamanho caos que criamos, mas digo a ti:procura por tua paz, procura pela tua quietude interior e tudo a tua volta reluzirá na bênção daquele que não deixa de olhar por ti.
Daquele que, eternamente, não deixa de ser a própria paz.

terça-feira, 16 de agosto de 2016

A pequena moeda

Dentro de um antigo baú empoeirado se encontrava, entre algumas bugigangas, uma pequena moeda. Estava escurecida e desgastada pelo tempo e tudo indicava que havia sido muito manuseada. Contudo, nada era sabido sobre o seu valor e há muito já fora esquecida.
Um dia, porém, o baú foi aberto e, após ser vasculhado, ela foi encontrada. O homem que a descobriu levou-a primeiramente a um economista para que fosse examinada. Este, ao ver a moeda, negligenciou-a. Afirmou a sua antiguidade, mas desprezou o seu valor.
Não conformado com a avaliação feita, o dono da moeda se dirigiu a um conhecido especialista em raridades. Ao apresentá-la, pôde perceber de imediato, nas feições do homem, um certo ar de interesse e curiosidade.
Da moeda foi retirada toda a escória e o seu brilho ressurgiu. Após uma detida análise, o especialista voltou-se para ele e declarou ser ele possuidor de uma peça de imenso valor, uma rara moeda de ouro, na verdade, um exemplar único.
Em muitas ocasiões, as pessoas são negligenciadas e desprezadas pelo juízo dos outros. Ouvem palavras severas que as reduzem à insignificância. Porém, o grande problema em tudo isso é que baseiam as suas vidas nestas avaliações e vivem desconsiderando a sua real importância.
Para que se possa tomar consciência do próprio valor é preciso que o indivíduo recorra a um especialista em raridades.
Deus é este especialista em raridades. Ele pode retirar toda a escória, resgatar e declarar a real significância do ser humano. Ele faz ressurgir o brilho esquecido pelas estações do tempo que foram vividas no pecado.



quarta-feira, 10 de agosto de 2016

Katy Perry - Thinking of You - Legendado

NÓS DA EMPRESA LJM INTERMEDIAÇÕES FINANCEIRAS, CRÉDITO CONSIGNADO. 
SOLICITAMOS O COMPARECIMENTO DO SR. (A) EM NOSSA AGÊNCIA PARA REVISÃO DE JUROS QUANTO, A SEUS EMPRÉSTIMOS CONSIGNADOS. SEGUNDO A RESOLUÇÃO DO GOVERNO FEDERAL SR.(A) TEM DISPONÍVEL A REVISÃO DE JUROS DE CRÉDITO CONSIGNADO DE TODOS OS BANCOS. PARA MAIORES ESCLARECIMENTOS ENTRE EM CONTATO CONOSCO ATRAVÉS DO TELEFONE TEL: (21) 2415-3293 / (21) 2412-1183 WHATS APP: 982771761
E PARA ESTAR SEMPRE A PAR DAS NOVIDADES .
ACESSE O SITE WWW.LOANAEMARCOSCREDITO.JIMDO.COM OU CURTA A NOSSA PAGINA NO FACEBOOK. WWW.FACEBOOK.COM/LJMINTERMEDIACOESFINANCEIRASCREDITOCONSIGNADO   
END. RUA AUGUSTO DE VASCONCELOS N• 30 SALA 301 CAMPO GRANDE RJ
LJM CREDITO EIRELI-ME
CNPJ: 19.172.552/0001-05


ATENCIOSAMENTE: GERENTE DE TELEMARKETING

segunda-feira, 8 de agosto de 2016

For Once In My Life /Gladys Knight & The Pips (Traduçao)

As palavras mágicas
Letícia Thompson

Palavras mágicas são aquelas que abrem portas. Nada complicado como abracadabra ou qualquer coisa do gênero. São aquelas simples mesmo dia-a-dia e que ficam tão corriqueiras que muitas vezes nos esquecemos.
É incostestável o poder das palavras nas nossas vidas. As que dizemos e as que calamos; as que saem do olhar, as que são ditas com lágrimas, as que fluem de um sorriso, as que são gritadas em silêncios que machucam... .. e aquelas tão simples que parecem banais demais, mas que nos tornam pessoas educadas, simpáticas, agradáveis e que nem precisam de estudos ou sermos adultos para que façam parte do nosso vocabulário.
Um obrigado substitui centenas de outras palavras; um bom dia pode ser o primeiro raio de sol na nossa janela, assim como um boa noite o último raio de luar da noite. Com licença abre caminhos e perdão e desculpe derretem corações e podem trazer oportunidades que estavam perdidas para sempre. O por favor faz hesitar o mais endurecido dos corações e pode até fazer com que mude de idéia.
Você é importante pra mim eleva a auto-estima; você vai vencer nos dá coragem para prosseguir e, enfim, as mais poderosas de todas as palavras: amo você! Nessas palavras estão incluídos dicionários inteiros, até mesmo com as palavras que desconhecemos.
A gentileza é uma arte que não nos custa nada e que nos trás enormes benefícios. O mundo não nos pertence e não vivemos isolados como ilhas no meio do oceano. Fazer uso das palavrinhas mágicas no nosso dia-a-dia não só vai nos tornar pessoas mais simpáticas, vai também construir pontes entre nós e aqueles que o Senhor escolheu para fazerem parte da história da nossa vida.