E em alguns momentos da vida temos o nosso amor à primeira vista, o coração acelerado ao primeiro sorriso e as borboletas no estomago durante o primeiro abraço. Em alguns momentos temos tanto que acabamos ficando com nada, ficando com pouco. E se o primeiro amor fosse nosso eterno amor, mas ficamos com vergonha de ter ido lá falar um oi e ter aberto o diálogo por ficar com medo de receber um não que se pensar bem, você já tinha ele. Se aquele coração acelerado fosse por que o seu amor a primeira vista te desse um primeiro abraço, quantos abraços você já perdeu? Se as borboletas no estômago fosse culpa do primeiro beijo, quantos primeiros beijos você já perdeu? Não importa o que você diz, você sempre vai se perguntar o que teria acontecido caso tivesse tomado aquela atitude que não tomou por medo de alguma coisa. Tem momentos que passam e a gente nem percebe e se você quer amar alguém, se arriscar vem no pacote que você deve carregar no bolso.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog