quinta-feira, 27 de abril de 2017

Tem sofrimento por todos os lados, até aí, pertinho de você, talvez algum familiar seu esteja sofrendo e precisando urgentemente de alguma ajuda !
Mas eu pergunto. Quem se importa?
Vejo pessoas falando o tempo todo em um mundo melhor, criticando alguém, a fim de que o criticado seja melhor...
Mas sinceramente não vejo muita gente fazendo realmente algo pra acabar com tudo isso...
Hoje em dia está mais fácil olhar a tela do celular, do que nos olhos das pessoas...
Mais fácil criticar do que ajudar...
Mais usual derrubar do que ajudar a levantar !

quarta-feira, 26 de abril de 2017

Todos estão preocupados com o jogo do suicídio e discutindo a depressão juvenil. Mas pais e mães; fica uma reflexão, seus filhos sabem que são amados e aceitos independente de qualquer coisa? Eles sabem que podem ser gays, tatuar algo ou desistir de fazer vestibular para medicina e continuar sendo amados?
O JOGO DO SUICÍDIO (da Baleia azul)  MATOU DEZENAS, MAS O MEDO DE NÃO SER ACEITO PELA FAMÍLIA E PELA SOCIEDADE JÁ MATOU MILHARES !!!


AONDE FOI QUE EU ERREI?
Me fiz essa pergunta enquanto revirava velhas lembranças, então cheguei a conclusão que os erros são preciosos professores, são tão necessários quanto os acertos, aprendi a ser forte na marra, aprendi a conseguir o que eu quero, não me diga o que devo fazer, quem eu devo ser ou por onde devo andar.
Só vai estar na minha vitória quem segurou na minha mão e sentou comigo no meio das cinzas.


🌹

segunda-feira, 24 de abril de 2017

Você amou ele, respeitou ele, cuidou dele (mesmo sem ele saber), torceu com todas as suas forças pra vocês darem certo, torceu pra ele finalmente ver que era você, e não as outras. Você deu segundas, terceiras, quartas, e quintas chances, e mesmo assim ele não mudou. Ele errou de novo, e de novo, e de novo, e mesmo que isso te magoasse, doía muito ficar sem ele. Você ajudou ele todas as vezes que ele precisou. Você queria ele. Você precisava dele. Ou achava que precisava.
Ele falou coisas horríveis umas 10 milhões de vezes, mas você não se importou, porque parte de você sempre acreditou que ele ia voltar.
Ele não voltou. E não vai voltar. Ele não é inteligente o suficiente pra entender que nenhuma outra vai gostar dele como você gostou, vai aceitar ele como você aceitou, vai entender ele como você entendeu. E ele ainda vai sentir sua falta. Ainda vai ler todas as conversas, lembrar de todos os momentos e pensar o quanto idiota ele foi de ter te deixar ir.
E quanto a você?
Ah meu bem, você já vai ter entendido que merece muito mais do que um idiota que precisou perder pra dar valor.

quarta-feira, 19 de abril de 2017

Vamos falar um pouco sério ?

Não minimize o sentimento alheio, é horrível saber que esse jogo "baleia azul" está diretamente ligado a pessoas com depressão e baixa auto estima e etc.
E só quem já passou por isso sabe como é horrível. Parece um limbo do qual quer sair, mas não se consegue sozinho.
Parem de debochar de quem participa ou de quem tem depressão, parem de achar que é só um ataquezinho de carência, ou vontade de chamar atenção dos outros, de que lavar uma louça, capinar um quintal, arrumar a cama e coisas do tipo vão resolver e etc.
EXISTEM PESSOAS REALMENTE DOENTES E QUE PRECISAM DE AJUDA, ALGUMAS NÃO TEM FORÇA PRA PEDIR, OU NÃO TEM NOÇÃO DO QUE ESTA PASSANDO.
Ao invés debochar, fazer piada, ou minimizar quem está nessa situação, que tal oferecer ajuda ? E evitar que mais pessoas tentem se matar por culpa dessa maldita doença ?
Ou então, pelo menos não deboche.
Que nossas palavras sejam pra ajudar, e não pra fazer com que nosso semelhante se sinta pior !
ISSO É SÉRIO GENTE, PODE EXISTIR PERTO DE VOCÊ, PESSOAS DA SUA FAMÍLIA, ESCOLA, TRABALHO, CURSO, PESSOAS DO SEU CONVÍVIO COM VONTADE DE DAR CABO DA PRÓPRIA VIDA, JÁ PENSOU QUE UMA PALAVRA SUA PODE INCENTIVAR OU IMPEDIR QUE ESSA PESSOA SE MATE !
PENSE NISSO !!!
MAIS AMOR POR FAVOR ❤️😉

sexta-feira, 14 de abril de 2017

Conheça 13 coisas que você faz todo dia e são ilegais na Coreia do Norte.
Veja abaixo 13 atividades simples que são consideradas ilegais no país liderado por Kim Jong-un:
1) Dormir durante uma reunião: dormir enquanto o chefe fala? Nada disso. O ministro da Defesa da Coreia do Norte foi executado com um tiro de bateria antiaérea em frente a centenas de pessoas por ter mostrado deslealdade ao presidente. Segundo o serviço secreto sul-coreano, Hyon teria adormecido durante um evento com Kim Jong-un e não cumpriu ordens.
2) Ter o mesmo nome do líder da nação: chamar-se Dilma aqui no Brasil é permitido, por lá ter o nome Kim não pode. A proibição foi emitida há mais de 3 anos --um ano antes de que o ditador assumisse o poder no lugar do pai, Kim Jong-il. O regime totalitário, caracterizado pelo extremo culto à personalidade dos líderes da dinastia Kim, exigiu que todos os cidadãos que se chamam "Kim Jong-un" mudem de nome "voluntariamente", segundo o decreto, para destacar a personalidade única do "líder supremo".
3) Ter uma Bíblia: em 2014, o americano Jeffrey Fowle, ficou preso por cinco meses na Coreia do Norte depois de deixar uma Bíblia no banheiro de um restaurante. Fowle, 56, foi preso por violar as regras de pregação religiosa do regime. Embora haja igrejas na Coreia do Norte, elas estão todas sob controle do Estado e o regime totalitário proíbe manifestações independentes de religiosidade.
4) Ter um parente criminoso: segundo a lei norte-coreana, os familiares de alguém acusado por um crime são automaticamente considerados corresponsáveis. Como no conceito de Sippenhaft da Alemanha nazista, a argumentação é que em suas veias corre o sangue do criminoso.
5) Escolher sua profissão: após concluir o estudo secundário e o serviço militar, com apenas 18 anos, Ahn Myeong Cheol, atualmente morando na Coreia do Sul, foi designado guarda de um campo de prisioneiros políticos, onde as regras eram extremamente rígidas.
6) Usar biquíni: as mulheres são proibidas de mostrar o umbigo no país de Kim Jong-un, mostrando o profundo conservadorismo que impregna esta sociedade comunista na qual a retidão moral é tão sagrada quanto a revolução.
7) Assistir filme ou ouvir música: na Coreia do Norte, assistir ou ouvir mídia estrangeira é considerado crime contra o Estado, passível de trabalhos forçados, prisão e até morte. A despeito disso, a popularidade dos filmes e programas de TV internacionais --contrabandeados para o país em pendrives e CDs e vendidos no mercado negro-- não para de crescer. Existem níveis diferentes de punição. Se você for apanhado com um filme russo ou de Bollywood [Índia], é enviado para a prisão por três anos, mas, se o filme for sul-coreano ou americano, você é executado.
8) Sorrir, beber e falar alto em datas específicas: desde 1994, quando os norte-coreanos perderam seu primeiro líder, a cada 8 de julho está proibido sorrir, levantar a voz na rua, beber álcool ou dançar, embora ninguém cogite fazê-lo "porque todo o país está de luto".
9) Pornografia: pessoas são executadas publicamente por distribuir material pornográfico ou se prostituir. As execuções públicas são usadas como medida extrema do governo para suprimir as chamadas desordens públicas ou "formas aceleradas de capitalismo" no país.
10) Dirigir: só funcionários do governo têm permissão para ter um carro. É estimado que apenas uma a cada 100 pessoas no país tenha carro. As mulheres também são proibidas de dirigir, apesar de serem as guardas de trânsito.
11) Ligar para fora do país: fazer uma ligação para alguém fora do Coreia do Norte pode levar à morte. Em 2007, um homem foi morto a tiros dentro de um estádio por fazer inúmeras chamadas internacionais.
12) Deixar o país: os norte-coreanos são proibidos de deixar o país sem permissão. Nem sequer passar um feriado na vizinha Coreia do Sul: certamente você será caçado.
13) Entrar na internet: Facebook? Mandar um inocente e-mail? Tuítar? Nada disso é possível no país de Kim Jong-un, que não tem internet livre, apenas um portal de propaganda estatal. Somente o governo, a elite, estrangeiros e jornalistas a trabalho têm acesso a conteúdo online, mas em uma rede com velocidade bem baixa.



quarta-feira, 12 de abril de 2017

ÉTICA
- Numa tarde ensolarada, decidiu levar seus filhos ao circo. Ao chegar à bilheteria, pergunta:
_- Olá, quanto custa a entrada?_
O vendedor responde:
_- R$ 30,00 para adultos, e R$ 20,00 para crianças de 7 a 14 anos._ Crianças até 6 anos não pagam. Quantos anos eles têm?

E o pai responde:
_- O menor tem 3 anos e o maior 7 anos.

Com um sorriso, o rapaz da bilheteria diz:

_- Se o Sr. tivesse falado que o mais velho tinha 6 anos, eu não perceberia, e você economizaria R$ 20,00.

E o pai responde:
_- É verdade, pode ser que você não percebesse, mas meus filhos saberiam que eu menti para obter uma vantagem e jamais se lembrariam desta tarde como uma tarde especial.
E finaliza:
_- A verdade não tem preço. Hoje deixo de economizar $20,00 que não me pertenceriam por direito, mas ganho a certeza de que meus filhos saberão a importância de sempre dizer a verdade!

O atendente permaneceu mudo…
Também ele teria uma tarde especial para se lembrar.

Essa história ilustra uma cena em que os filhos presenciam uma atitude correta do pai.

A história nos permite perceber que:

Nada deve substituir a verdade.
Educar é dar o exemplo.
Jamais devemos fazer pequenas concessões à mentira, o preço é alto demais.
As palavras convencem, mas o exemplo arrasta.
O exemplo é tudo

COMPARTILHE É EDIFICANTE

domingo, 9 de abril de 2017

Por Que As Pessoas Gritam?

Um dia, um pensador indiano fez a seguinte pergunta a seus discípulos: - Por que as pessoas gritam quando estão aborrecidas?
- Gritamos porque perdemos a calma, disse um deles.
- Mas, por que gritar quando a outra pessoa está ao seu lado? – Questionou novamente o pensador. - Bem, gritamos porque desejamos que a outra pessoa nos ouça, retrucou outro discípulo.
E o mestre volta a perguntar: - Então não é possível falar-lhe em voz baixa? Várias outras respostas surgiram, mas nenhuma convenceu o pensador. Então ele esclareceu: - Vocês sabem porque se grita com uma pessoa quando se está aborrecida? O fato é que, quando duas pessoas estão aborrecidas, seus corações se afastam muito. Para cobrir esta distância precisam gritar para poderem escutar-se mutuamente. Quanto mais aborrecidas estiverem, mais forte terão que gritar para ouvir um ao outro, através da grande distância. Por outro lado, o que sucede quando duas pessoas estão enamoradas? Elas não gritam. Falam suavemente. E por quê? Porque seus corações estão muito perto. A distância entre elas é pequena. Às vezes estão tão próximos seus corações, que nem falam, somente sussurram.
E quando o amor é mais intenso, não necessitam sequer sussurrar, apenas se olham, e basta. Seus corações se entendem. É isso que acontece quando duas pessoas que se amam estão próximas.
Por fim, o pensador conclui, dizendo: “Quando vocês discutirem, não deixem que seus corações se afastem, não digam palavras que os distanciem mais, pois chegará um dia em que a distância será tanta que não mais encontrarão o caminho de volta...

segunda-feira, 3 de abril de 2017

Me resume !!!

Ele pediu desculpas várias vezes, ela aceitou. Ele magoou, mas ela perdoou. Ele prometeu não errar os mesmos erros, mas quando errou ela novamente deu-lhe a chance.

Bem, todos cansam, um dia ela reuniu forças e mesmo gostando muito dele ainda assim decidiu ir embora.

Ela percebeu que o melhor pedido de desculpas é a mudança. Ela entendeu que errar faz parte do convívio, mas quem realmente gosta e sente a dor do outro não erra o mesmo erro.

Ela esperou que ele fosse a própria mudança, mas viu que ele por fim não mudaria. Então quem mudou foi ela, aceitou as desculpas, mas entendeu que não era obrigada a aceitá-las para sempre.

Tem gente que demora pra amadurecer nas escolhas, tem gente que tenta muitas vezes antes de desistir, para essas pessoas sempre cabe um novo caminho, uma nova chance.

Se quem nos diz gostar segue a nos decepcionar cabe a nós sermos a mudança. Dói partir, mas dói muito mais ficar e esperar por novas decepções. Por vezes partir é a nossa melhor escolha.

Felipe Sandrin